Venezianos Pub Café

Durante 20 anos, o Venezianos deixou de ser apenas um café ou um pub. Deixou de ser um bar, uma casa de shows e foi alem de um clubinho.

O Venezianos passou a ser chamado de Venê e virou  tudo ao mesmo tempo.

Ai chegou a pandemia e o Venê conjugou o verbo resistir de todas as formas. Virou uma Feirinha cheia de produtos artesanais produzidos ou fornecidos principalmente por uma rede  lgbtqia+ que também tinha sido atingida com fechamento dos seus negócios.

Completamos 21 anos de portas fechadas e só chegamos até aqui, prestes a completar 22 anos na Travessa mais linda e colorida da cidade porque temos muito mais que clientes ou amigos, temos uma legião de pessoas conosco que quer ver o Venê vivo, fazendo gente feliz, ainda por muito tempo.

Desde janeiro de 2000, o Venezianos se tornou a casa de muita gente, o bar favorito, o lugar que se mistura com a história de cada um. No Venê grandes amizades foram construídas e gente do mundo inteiro se conheceu.

Foi no Venê que você amou, desamou, perdoou e encontrou o melhor par de vaso do mundo. Ocupando um prédio tombado pelo patrimônio histórico e na travessa mais querida e colorida da cidade, o Venezianos resiste e continua trabalhando para ser o patrimônio do seu coração.

Apareça!

Texto de Ricardo Pont revisto.

Skip to content